Sou Hélia Luiza de Campos, filha mais nova de José Luiz Campos, um ótimo pai e carpinteiro naval e de Dona Risalva Santana Campos, uma excelente mãe. Nasci em Pirambu-SE, uma pequenina cidade praiana.

Quando criança, brincava muito na praia, mas tinha um pensamento constante que eu seria diferente de minhas amigas de infância. Este pensamento a noite se transformava em sonhos e, geralmente, eu via no céu anjos e santos. Foi uma infância feliz, meus pais cuidavam muito bem das quatro filhas.

Meu pai era devoto de Nossa Senhora e todos os dias às 18:00 horas ele se recolhia para rezar, eu achava aquilo muito interessante e aprendi com os ensinamentos dele que a mãe de Jesus também é nossa mãe e intercede por nós junto ao seu filho.

Aos 12 anos de idade, mudamos para Aracaju-SE, pois meu pai, mesmo sendo de poucas letras, nos mostrou o valor e a importância do estudo. Já adulta, aquele pensamento que algo diferente na minha vida iria acontecer ainda persistia. Me casei, tive uma filha, trabalhei e consegui realizar vários desejos, mesmo os que pareciam difíceis. Apesar das dificuldades que enfrentei, conseguia viver com muita dignidade.

Certa noite, na minha casa, comecei a pensar que, apesar de tudo que conquistei, ainda sentia um vazio muito forte no coração, interpretei esse sentimento como uma falta de agradecimento por tudo que Jesus e Maria fizeram por mim.

Acendi todas as luzes e comecei a falar com Deus nas três pessoas: pai, filho e espírito santo. Pedi perdão e agradeci. Estava sozinha e fiquei a vontade para falar alto durante quase uma hora, esta noite dormi muito bem e ao acordar lembrei-me do que tinha acontecido. Resolvi, então, começar a escrever. Foi a maneira que eu encontrei para me comunicar com Jesus e Nossa Senhora. Depois de quase dois anos escrevendo, no dia 23 de julho de 2002, às 00h30min resolvi, não sei por que, perguntar a Jesus sobre a aparição de Nossa Senhora na Terra e pedi para ela vir a minha casa, caso as aparições fossem verdadeiras. No mesmo dia, às 15h00min, um conglomerado de pessoas já estava na frente do prédio onde eu morava, vendo Nossa Senhora no vidro da janela do apartamento. Aquilo foi muito forte para mim, mas ainda busquei por muito tempo tentar entender este sinal de Deus.

Três anos após o ocorrido, estava andando na praia e comecei a compor músicas. Algumas semanas depois, consegui gravar um CD com essas músicas, no qual conto minha história e mostro músicas de louvor a Jesus e Maria.

Quero dividir essa alegria com todos e dizer da importância da fé. Cada dia é um milagre, a cada amanhecer somos pessoas novas. Senhor eu te agradeço por tudo e agora. Senhor eu te agradeço por toda minha história. Eu vivo pela fé, eu vivo por Maria. Senhor eu te agradeço a luz de cada dia.


 
 
Bymidia Design - Web Site, Logotipo, Design Gráfico